Lehrenkrauscafe Forums Lehrenkrauscafe Forums Lehrenkrauscafe Forums
  #31  
Antigo 01-09-2018, 11:04
Panamericana Panamericana está offline
Membro Expresso
 
Data de Entrada: Nov 2011
Mensagens: 255
Padrão

Também concordo que o fórum está com uma dinamica bastante abaixo das potencialidades, acho mesmo que o maior contribuinte é o do gestor que regularmente coloca assuntos ou contribuiçoes para tópicos existentes.

Indo rapidamente à questao que colocas, ou vou dar a minha opiniao que considero ser uma visao muito pessoal e que até ao momento nao me parece que ainda se reflita muito no mercado (mais adiante volto a este tema).

Com o advento da conducao autónoma (ou muito automatizada), os carros convencionais terao tendencia a ser "banidos" de alguns contextos (análogo ao que acontece com classes de peso ou poluiçao em diverso locais, como centros de cidade - exemplo em Lisboa, na Av. da Liberdade). Na mesma categoria, a regulamentaçao em termos de classes de poluiçao vai "banir" muitos veículos de
poderem ser "confortavelmente utilizados", exemplo; a congestion charge em Londres, em que usar um 996 Carrera é fortemente penalizador, por outro lado, um Panamera Turbo e-hybrid ou mesmo um Bentley Bentayga plug-in nao traz problema nenhum (nao paga "Congestion Charge").
Só por estes dois motivos, o potencial de utilizaçao esporádico (tipo 1 ou 2 vezes por semana) para uso em deslocaçao casa-trabalho ou casa-lazer é bastante reduzido. Para alguns (muitos) proprietários isso pode começar a fazer diferença, reduzindo a atratividade dos veículos.

Agora, voltando ao ponto deixado lá atrás: de à alguns anos a esta parte, os carros ditos "clássicos" e "antigos" tem vindo a estar numa maré tendencialmente valorizadora, assente em esquemas de negócio potenciados por oficinas, fabricantes de peças (que estavam sem reposiçao), marcas que olharam para este canal de negócio e viram potencial para se diferenciarem e de ganharem mais exposiçao em mercados emergentes em que as marcas ainda tem de se apresentar e demonstrar os valores distintivos de cada uma, também de ganharem dinheiro num mercado que estavam a relegar para terceiros, esquemas mais ou menos elaborados de certos indivíduos e organizaçoes "fazerem", "justificar" e "validar" dinheiro (leiloeiras, negociantes grossitas de veículos, "espertalhoes" - aqueles que através de um número de chassis ou motor ou outra coisa qualquer conseguem arranjar forma de ressuscitar coisas desfeitas e desaparecidas...) Enfim.

Já aqui tinha manifestado que a minha expectativa era a de que se aproximava um "trambolhao", nao sei em que dia ou ano ele vai vir (até se bruscamente ou muito devagarinho), mas que vem a caminho vem.

Contudo, isto é a minha opiniao, mas tem bases sólidas de sustentaçao, basta ver aquilo que os Ingleses (sim, está escrito de forma propositada) da Jaguar se tem prestado, a última foi o E-type elétrico (que até se vai poder usar na city em Londres - e nao pagará Congestion Charge...). É só uma de muitas na cartola, antes eram as "continuation series" dos D-type e E-type. Até a Aston já viu que isto é também uma boa forma de ganhar dinheiro (antes era fazerem on-offs a torto e a direito - one-77, Vulcan, Lagonda Taraf...). É isto amigos, os Ingleses sao uns artistas, é carroçarias novas (a pedido) para muitos dos carros BL, apresentando o número de chassis original, é casas de leiloes que "acham" carros em todo o lado, inúmeros fabricantes de peças clássicas (o pináculo nisto é as peças Ferrari Classische serem geridas por uma entidade inglesa, muitas delas fabricadas no Reino Unido - painéis para os 250, por exemplo), festivais da velocidade e de vendas... É tudo um grande esquema que está montado, e que de forma totalmente artificial atribui valores cada vez mais elevados aos bens. Se o preço da mao de obra tende a subir, se os preços das peças sobem, se os carros cada ano que passa (mais degradados ficam) ou se vem confrontados com mais "concorrentes" para as peças que já existem ou que sao re-colocadas no mercado, mais caros depois tem de ser quando sao postos à venda...

... Eu nunca fui a um leilao licitar os Ferraris, Mercedes ou Bugattis! Mas se tiver 50Milhoes de Eur, qual a minha chance se aparecerem dois licitadores que para o Mercedes 500K que eu quiser comprar, estiverem dispostos a pagar ou 53 ou 60 Milhoes? O leilao vai fechar em 60 milhoes, eu nao consigo comprar o carro e depois nos jornais e revistas vem que o Mercedes vale 60 milhoes. Quem o compra pode muito bem nao ter interesse nenhum no carro, só unicamente afetar 60 milhoes a esse património, lá pelos motivos e razoes que ele bem entender. Os carros é tudo muito bonito mas todos tem pelo menos 2 defeitos: nao se podem comer (pelo menos devemos faze-lo todos os dias 1 vez) e nao se podem conduzir dois ao mesmo tempo (por enquanto), a nao ser que se engate um ao outro com um cadeado. Portanto, ter mais do que 1 carro significa muito provavelmente que 1 deles terá de estar parado sem utilizaçao, enquanto se anda com o outro ou outros. É um extra.
Pelo menos o Mercedes 500K para mim ia ser um extra, nao iria andar com ele todos os dias, talvez nem sequer todos os meses!
Responder com Quote
  #32  
Antigo 02-09-2018, 16:55
Jordan Jordan está offline
Membro Expresso
 
Data de Entrada: Dec 2015
Mensagens: 173
Padrão

No que respeita à cada vez maior restrição à utilização de viaturas antigas, é uma realidade e a tendência é aumentar, mas julgo que ainda faltará algum tempo até que se possa conduzir esses carros apenas em circuitos fechados.

Não me vou alongar na bolha de especulação relativamente a carros vendidos por milhões de euros pois esses não estão na minha “wish list”.

A mim (e julgo que a grande parte das pessoas) interessa mais a evolução dos preços dos carros acessíveis.

Relativamente à electrificação dos clássicos julgo que vai ser inevitável, a possibilidade de converter um 911 clássico num eléctrico vai deixar de parecer tão escandalosa quando a alternativa se limitar a ter um carro na garagem que pura e simplesmente não anda... Além dos e-type que mencionou, também já rolam uns Ferraris, Porsches e afins já eléctricos e alguns até com melhores prestações que os originais! É a mesma coisa? Não, não é um V6 ou um V8, mas vão ser carros que vão poder voltar a rolar. É o mal menor...

Voltando ao tópico, alguém arrisca prognósticos ou estão todos como o outro que diz que prognósticos só no fim do jogo? ��
Responder com Quote
  #33  
Antigo 07-09-2018, 12:58
Panamericana Panamericana está offline
Membro Expresso
 
Data de Entrada: Nov 2011
Mensagens: 255
Padrão

O meu comentário foi no sentido de enquadrar a "febre" que atinge a cotaçao de muitos clássicos. Alonguei-me bastante, contudo, a cerne da questao, conforme reafirma, para clássicos utilizáveis por todos no dia-a-dia, cada vez vai perder mais expressao na minha opiniao claro, por alguns dos motivos que apresentei.

O 996 muito dificilmente vai valorizar significativamente porque:

-nao é air cooled. Os modelos air cooled irao sempre ter mais valorizaçao do que qualquer water cooled.

-o 997 é muito melhor do que o 996, e sendo também water cooled, vai sempre ser o patamar limite que o 996 atinja (isto para modelos comuns). Eventualmente um GT3 ou GT3RS do modelo 996 até poderá vir a ter maior cotaçao do que um modelo similar 997, mas nao sei se nao será uma exceçao. Acho muito difícil um 996 turbo ou GT2 vir a ter maior cotaçao do que um 997 turbo ou GT2

- o 996 tem agora 20 anos, só quando se aproximar de 30 é que eventualmente virá a "descolar" em termos de preço. Um 996 para ter 30 anos só vai acontecer em 2027 (para o Carrera). Eventualmente o mais valioso 996 será o GT3, mas esse só terá 30 anos em 2029. Por essa altura, a regulamentaçao rodoviária já poderá ter bastantes restriçoes para estes carros, talvez o GT3 ainda tenha alguma margem de manobra, mas dificilmente alguºem comprará um 996 Carrera que lhe permita quase só usá-lo em circuito...

- o 996, no melhor dos casos vai até Euro 3 na classe de emissoes. É perfeitamente exequível que seja criada legislaçao que proíba a circulaçao de veículos de turismo com classe de emissoes até Euro 4 (2004) a partir de 2030. (carros com mais de 25 anos)

Espero que tenha sido mais claro agora com aquilo que anteriormente já queria dizer: Gastar 300M Eur com um carro, que só serve para estar num museu e andar meia dúzia de km por ano, tem mais mercado e procura, do que um carro de 50M Eur. Os carros antigos de 50M Eur sao "clássicos populares", que para muitos dos seus donos sao uma especie de carro espacial que serve para andar com ele várias vezes cada mes...

Para terminar, há também um tópico sobre o 996 no fórum Motorguia online, nao sei se já conhece
Responder com Quote
Responder

Opções do Tópico
Modos de Exibição

Permissões
Você não pode abrir novos tópicos
Você não pode inserir respostas
VocÊ não pode anexar ficheiros
Você não pode edita suas mensagens

BB code é Ligado
Smilies estão Ligado
Código [IMG] está Ligado
Código HTML está Desligado

Ir para...


Horários baseados na GMT. Agora são 16:08.

Direitos Reservados 2009 – www.lehrenkrauscafe.com - O site "LEHERNKRAUSCAFE" e o seu conteúdo, é um site não comercial, de entusiastas, e NÃO é Patrocinado, associado, aprovado, endossado ou de nenhuma forma afiliado com ou pela Dr.Ing. h.c. F.Porsche AG ("PAG"), ou qualquer uma das suas Subsidiárias ou representantes. PORSCHE - PORSCHE CREST - PORSCHE DESIGN - CARRERA - TARGA - TIPTRONIC - PORSCHE SPEEDSTER - VARIORAM - CVTIP - VARIOCAM - BOXSTER - CAYENNE - CAYMAN - TEQUIPMENT - VARRERA - PCM - RS - 4S - PAN AMERICANA - TECHNORAD - PORSCHE BIKE S - PORSCHE BIKE FS - P AND DESIGN - 911 - 356 - 959. THERE IS NO SUBSTITUTE e outros nomes de produtos Porsche, números de modelo, logótipos, símbolos comerciais, nomes de marca, e lemas, são marcas registadas e as formas distintas do automóveis Porsche são propriedade da PAG e estão protegidas pelas leis internacionais de marcas. Todas as fotografias e outros conteúdos neste Site foram obtidas através de canais aprovados ou do domínio público e não tencionam infringir nenhum direito reservado. Caso Você acredite que por qualquer razão este Site possa estar acidentalmente em violação dos seus direitos reservados, contacte-nos e removeremos os respectivos conteúdos de forma imediata.